Sócio Administrativo Financeiro? Com o que ele deve se preocupar

EMAIL
Facebook
Twitter
LinkedIn

Sócio Administrativo Financeiro? No que ele deve se preocupar.

As principais atividades de uma empresa podem ser divididas
em três grandes blocos:

  • Vendas
  • Produção
  • Gestão

Todo grande negócio deve ter como preocupação inicial vender. “Ter um excelente produto que ninguém quer comprar”, essa célebre frase do livro Startup Enxuta de Eric Ries demonstra claramente qual o principal motivo dos fracassos de pequenas empresas.

Se você vendeu, ótimo, mas é preciso entregar. Adoro criar o problema. Adoro ter desafios. Mas é preciso entregar. Entregar o que você vendeu. Por isso a segunda principal atividade da empresa é produzir e entregar o que foi vendido. E esse produto/serviço deve ter a excelência como uma de suas raízes. Se produzir e entregar serviço “meia-boca” estará chamando a concorrência para tomar seu lugar. Vide exemplo dos taxistas.

Mas de nada adianta vender e produzir se não for feita de forma organizada e bem gerenciada. Daí a importância do responsável Administrativo-Financeiro.  

Diretor da grande vs diretor da pequena

Ser o responsável pelo Administrativo-Financeiro (CFO, Diretor, Sócio, etc) de uma pequena empresa é diferente da grande empresa. Algumas pessoas gostam de parecer grande e ficam olhando demais para o termômetro, esperando a febre baixar, mas sabemos que não funciona. Claro que a pequena empresa precisa de relatórios, mas mais importante que os relatórios são:

1. Tomadas de decisões.

O responsável pelo Administrativo-Financeiro da empresa não tem que ficar apenas produzindo e analisando relatórios. Isso não da resultado para a empresa. Não que não seja importante,
mas ele deve ir uma etapa além dessas duas: deve agir. (Lembra do ciclo PDCA?)

2. Previsibilidade de fluxo de caixa

Uma das maiores dores da pequena empresa é saber se amanhã, semana que vem, ou mês que vem terá dinheiro em caixa. Cuidar dessa previsibilidade deve ser uma das principais preocupações do responsável pelo Administrativo-Financeiro.

3. Organização Financeira

Organizar as finanças não é um trabalho que se faz da noite pro dia. Mas é simples. O difícil é fazer simples. Vejo muitas pequenas empresas complicando demais o financeiro, sendo
que deveriam se preocupar em responder quatro perguntas:

1. Quem está me devendo?
2. Quem irá me pagar nos próximos dias?
3. Quem eu estou devendo?
4. Quem devo pagar nos próximos dias?

Respondendo essas quatro perguntas (duas de Contas a Receber e duas de Contas a Pagar) ele estará fazendo o simples e cuidando de 90% de todo o trabalho financeiro da empresa.

4. Formação de Preço de venda

Taí uma responsabilidade importantíssima e muitas vezes negligenciada pelo responsável Administrativo-Financeiro. Pegar o custo e multiplicar por 2 não te dará 100% de lucro. Esse é um erro comum, não acredite nisso!!! Outro dia, em umade minhas consultorias, um cliente estava fazendo isso e, ao invés de 100% de lucro, tinha 5%. Esquisito, não é? Multiplico por 2 meu custo e tenho apenas 5% de lucro.

Ficou confuso? Da uma googada aí sobre mark-up.

 

Luis Filipe Winther

Formado em Engenharia Mecânica Luis Filipe deu os primeiros passos em direção ao empreendedorismo ainda aos 12 anos, junto ao pai que época tinha uma Loja de Informática. Com uma ótima base acadêmica Luís morou na Europa durante dois anos, conheceu mais de 7 países e após comprar os 100 livros que mais influenciaram a humanidade, descobriu que não existe atalho na vida. Hoje aos 32 anos Luís Filipe criou o Gestão para Pequenos para compartilhar sua experiência no mundo dos negócios com foco na Pequena Empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial